Big Mac no Brasil continua entre os mais caros do mundo

O Brasil continua com um dos sanduíches Big Mac mais caros do mundo, apesar da desvalorização do real no ano passado. Segundo o Índice Big Mac, divulgado pela revista britânica The Economist, o país está em quinto lugar na lista de preços mais caros do sanduíche do Mc Donald’s. O preço médio por aqui é US$ 5,12, ou R$ 16,50.

O Brasil caiu uma colocação em relação ao mês de janeiro de 2016, quando o país ficou no quarto lugar na pesquisa. Neste ano, Suíça, Noruega, Suécia e Venezuela ficaram na nossa frente, pois seus moradores precisam pagar mais de US$ 5,12 para comer um Big Mac. Na Suíça, o preço chega a US$ 6,35, enquanto na vizinha Venezuela o preço é de US$ 5,25.

Mas, a apesar de o Brasil ter caído uma posição, o preço subiu, se levarmos em consideração o real como moeda. Em janeiro de 2016, o Big Mac custava cerca de R$ 13,50. Já no início deste ano, o brasileiro desembolsa R$ 16,50 para comprar o sanduíche.

O preço no Brasil é praticamente o mesmo cobrado nos Estados Unidos. Um americano paga US$ 5,06 para consumir o Big Mac. O valor coloca o país na sexta colocação, logo atrás do Brasil. Já o lugar mais barato para comprar o lanche do Mc Donald’s é o Egito. No país do oriente médio, o sanduíche sai por US$ 1,46.

O Índice Big Mac é realizado semestralmente pela revista britânica The Economist desde 1986. Ele serve para mostrar o poder de compra dos países e tem como referência o preço médio do lanche do Mc Donald’s pelo fato de a rede de fast-food ter uma presença global.

Comente aqui:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *