Sobre ser vendedor

O quê eu sou?!!

Eu sou *VENDEDOR*!1

De acordo com diferentes pontos de vista, o *VENDEDOR* pode ser:

-Para o Supervisor: “Mais uma meta de vendas”.

-Para o Gerente: “ Um alfinete no mapa da região”.

-Para o Diretor: “ Um desses que trabalha pouco e ganha muito”.

-Para o Financeiro: “ Um custo a mais no preço de venda”.

-Para o Auditor: “ Uma conta de gastos excessivos”.

-Para os conhecidos: “Aquele que não deu certo na vida”.

-Para os Colegas do Escritório: “Um turista”.

-Para alguns clientes: “Um pentelho”.

-Para a Esposa: “Um tonto que não sabe fazer mais nada, senão trabalhar”.

-Para a Sogra: “Um folgado que passa o dia todo na rua”.

Porém, na verdade o vendedor é muito mais do que isso. Ele precisa ter a resistência de Hércules, a arte de Maquiavel, o tato de um Diplomata, a eloquência de um Orador, o encanto de um Homem da Sociedade e a agilidade mental de um Matemático.

Deve ser impermeável aos insultos, à cólera, ao desprezo e aos efeitos das queixas daqueles que se rendem às “crises” do mercado.

Tem que ser capaz de vender todos os dias, dirigir pela noite até a cidade mais próxima e estar no cliente às 7:30h. da manhã, com o bom humor de um líder de excursão.

Tem que saber de futebol, política e economia, ser bem humorado e se possível contar boas anedotas, e rir de outras não tão boas assim. Deve ser agradável, companheiro de mesa, atencioso e ouvinte de histórias tristes e desabafos.

Contudo, ele é realista, é otimista, arregaça as mangas, vai à luta e sempre alcança seus objetivos.

Viaja solitário em seu carro sabendo que a solidão é a única companheira frequente.

A cada dia carrega nos ombros o peso morto das vendas do mês anterior e a meta para o mês seguinte.

Sim SOU *VENDEDOR*!
Sou aquele que com orgulho e honra carrego o nome da empresa que represento e trabalho para o sustento e o conforto da minha família, e pelo desenvolvimento do meu país!

Excelente Dezembro meu Amigo *VENDEDOR*, guerreiro e VENCEDOR!!

Força, Fé e Foco!

Comente aqui: